sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Mensagem de Natal

Mensagem Natalícia
Abrimos a porta e entra-nos livremente, sem pedir licença, o Natal, essa magia imensa que nos leva a desejar tudo de bom a todos os que nos rodeiam. Desejos incontidos que a boca conduz como se de um beijo imenso se tratasse e poisam suavemente no rosto de todos os que nos são mais queridos. É tempo de Paz, Amor e Felicidade. É tempo de NATAL.
A Equipa da Biblioteca abre os braços e num abraço enorme, envolve toda a comunidade escolar e da boca saem alegremente, desejos de um
NATAL FELIZ
                     E PRÓSPERO ANO NOVO.
                                  A equipa da Biblioteca

domingo, 1 de dezembro de 2013

Livro do Mês

A Escrava de Córdova
 
Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para o 10º, 11º e 12º anos de escolaridade, destinado a leitura autónoma, está já disponível na biblioteca.

A Escrava de Córdova segue a vida de Ouroana, uma jovem cristã em demanda pela liberdade e pelo seu lugar especial no mundo. Confrontada com as adversidades do tempo em que lhe foi concedido viver, e em nome do coração, a jovem terá de questionar a educação, as convicções e a fé que sempre orientaram a sua existência.
 Conseguirá o amor vencer as barreiras da religião?
Uma teia ficcional muito interessante, carregada de cenas emocionantes, de magia medieval e mitos antigos, bem como de explicações eruditas. Lê-se com prazer e permanente curiosidade e ultrapassa, por essa mensagem, o vulgar romance histórico.
Urbano Tavares Rodrigues
 

domingo, 24 de novembro de 2013

Feira do Livro

De 25 a 29 de novembro a Biblioteca Escolar, na escola sede, abre as suas portas para a realização de uma  Feira do Livro.
Do programa consta ainda a divulgação da curta metragem de William Joyce e Brandon Oldenburg - Os Fantásticos livros voadores do Sr. Morris Lessmore , vencedora de um Óscar em 2012.
 

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Quebra-cabeças

Os vencedores do primeiro quebra-cabeças de Matemática são os alunos Ivan Ferreira, nº9 e Cátia Tristão, nº4 do 9ºA.

Resposta do problema nº 1: 15 cavalos.


Segundo problema em jogo:

2. ESPADAS DE MADEIRA (de 19 a 29 de novembro)

“O Dário e o Quico fizeram um combate amigável com espadas de madeira. Se o Dário tivesse perdido este combate, teria ganho o mesmo número de combates amigáveis que o Quico. Se o Dário tivesse ganho este combate, teria ganho duas vezes mais combates que o Quico.

            Quantos combates tinha ganho cada um dos rapazes antes deste?

Margaret C. Edmiston - Quebra-cabeças sobre Matemática


sábado, 16 de novembro de 2013

José Saramago

José Saramago completaria, hoje, 91 anos. Como forma de relembrar o escritor português, e galardoado Nobel da Literatura em 1998, deixamos aqui um poema e uma citação, bem como uma hiperligação à sua Fundação.


Intimidade
1922-2010

No coração da mina mais secreta,
No interior do fruto mais distante,
Na vibração da nota mais discreta,
No búzio mais convolto e ressoante,

Na camada mais densa da pintura,
Na veia que no corpo mais nos sonde,
Na palavra que diga mais brandura,
Na raiz que mais desce, mais esconde,

No silêncio mais fundo desta pausa,
Em que a vida se fez perenidade,
Procuro a tua mão, decifro a causa
De querer e não crer, final, intimidade.


"Sou um escritor atípico. Só escrevo porque tenho ideias. Sentar-me a pensar que tenho que inventar uma história para escrever um livro nunca me aconteceu e nunca me acontecerá. Necessito de algo que me sacuda por dentro e que se me agarre com força para que eu entenda que ali há qualquer coisa para contar."

Fonte - Tabu/Sol (2008)

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Livro do Mês

INFERNO, Dan Brown
Opinião de Carla Gregório

Li este livro para tentar sair da ressaca literária em que estava – é o que eu chamo quando não tenho vontade de ler nada – e encontrei-o muito bem estacionado numa prateleira da Biblioteca da Escola. Tinham-me dito que era um regresso aos tempos do Código Da Vinci e do Anjos e Demónios do mesmo autor. Não acreditei muito, já que depois desses dois grandes êxitos, o autor, para mim, tinha entrado em declínio.

Enchi-me de coragem e levei-o para casa. Duas tardes foram suficientes para o ler. Mal entrei na história, não consegui parar. Tudo se passa em 24 horas, Robert Langdon acorda num hospital, com amnésia e sonhos horríveis, alguém tenta matá-lo e ele quer saber porquê. A partir deste ponto, tudo se sucede a um ritmo vertiginoso, entramos no mundo de Dante, da arte, da história e das localidades italianas por onde vai passando. Em simultâneo, temos uma passagem pelos problemas da sociedade atual, do avanço tecnológico e das organizações legitimadas (como a OMS) e clandestinas.

Do meu ponto de vista, é um livro muito acessível: a ordem dos acontecimentos está, maioritariamente, por ordem cronológica; a ação é rápida, está sempre a acontecer algo de novo; a linguagem utilizada não constitui obstáculo; a informação histórica, artística e arquitectónica, que, para mim, é o que de mais precioso tem, foi colocada de forma muito clara e os elementos necessários à compreensão da história são recordados várias vezes. Como eu li o livro rapidamente, esse recordar foi o que menos gostei, mas compreendo que alguém, com um ritmo de leitura mais lento, goste dessa atenção. Se eu lesse poucas páginas e fizesse intervalos muito grandes na leitura, precisaria de uma atualização para lembrar o que estava para trás. Pois é isso mesmo o que acontece.

O Inferno de Dan Brown é um livro para quem gosta de policiais, ações rápidas, ou que goste de ler acerca de locais de interesse histórico, para os curiosos de arte e, sobretudo, para quem precisa de um livro para passar o tempo.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

28 de outubro - Dia Internacional da Biblioteca Escolar



 
Relativamente ao concurso do Quebra-Cabeças, temos a anunciar que não há vencedores.
 
Encontra-se na biblioteca o resultado a estes problemas para os mais curiosos.
 
Posto isto, fica já lançado um novo desafio. 
         "Se a princesa guerreira Mistar tivesse de verificar quantos homens e quantos cavalos tem sob o seu comando, contando as pernas e as cabeças, ele contaria 45 cabeças e 120 pernas. Quantos cavalos estão sob o comando da Mistar"
 
Margaret C. Edmiston - Quebra-cabeças sobre Matemática


O que te leva a frequentar a Biblioteca?

"Porque a Biblioteca é um sítio ótimo para fazer trabalho, ler livros etc..." Mariana Santarém, 7ºA
"Porque é um sítio onde podemos estudar e melhorar os nossos rendimentos escolares" Diana Carneiro, 11ºA
"Para aumentar o nosso conhecimento literário, assim como a realização de trabalhos graças à riqueza de informação existente nesta biblioteca" Dora e João, 12ºA
"Porque é um sítio sossegado onde podemos trabalhar" Inês, 6ºA
"Gosto porque há boa receção e tenho acesso a livros que gosto e posso ler e requisitar" Maria Inácia, Lagarelhos (sexagenária, frequentadora da biblioteca).
"É um lugar tranquilo onde podemos estudar e socializar sem ser incomodados." 12ºA
"A biblioteca é um sítio misterioso e mágico. Quando abro um livro, abro um mistério" Matilde, 5ºB
"Porque serve para fazer trabalhos, estudar para os testes e ver um filme" Laura, Curso Profissional





quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Dia Mundial da Alimentação - 16 de outubro

A Biblioteca comemora este dia divulgando um pintor que utilizava alimentos para criar a sua obra.




Guiseppe Arcimboldo

 Nasceu em Milão, no ano de 1527. Iniciou a sua vida artística aos 22 anos, projetando os vitrais da catedral de Milão, juntamente com o seu pai. É considerado um dos mais célebres representantes do maneirismo (estilo que se caracterizava pela deliberada sofisticação intelectualista, pela valorização da originalidade e das interpretações individuais).

Arcimboldo viveu muito tempo em Praga, na corte do imperador Rodolfo II, onde estudou e criou algumas das suas obras mais conhecidas.

Em 1563, produziu a série “As Quatro Estações”. O toque de mestre do pintor foi utilizar, em cada tela, elementos que correspondessem ao tema retratado; assim, “A Primavera” é composta basicamente por flores, “O Verão”, por frutas próprias dessa estação, “O Outono”, por folhas e frutas dessa época do ano e “O Inverno”, por uma "árvore sem folhas". O mesmo acontece com o resto da sua obra.

As suas pinturas mostram composições de frutas, legumes, animais e objetos exóticos que, olhados com atenção, nos permitem vislumbrar figuras humanas.

Arcimboldo morreu em Milão, no ano de 1593, e o seu trabalho caiu no esquecimento por aproximadamente 300 anos, até ser redescoberto pelo Movimento Surrealista, entre os séculos XIX e XX.

 
  
 

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Durante o mês de OUTUBRO celebra-se o
 
MÊS INTERNACIONAL DA BIBLIOTECA ESCOLAR
 
Visita-nos e descobre
neste PEQUENO MUNDO


UMA PORTA PARA A VIDA



 
 
 

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

ARTE COM LIVROS


Trabalho de Mike Stilkey
Mike Stilkey não faz pinturas sobre o assunto dos livros, mas EM CIMA deles; faz com que a combinação de algumas capas de livros se torne uma tela para os seus desenhos.


Para conhecer mais obras do artista visite a sua página em http://www.mikestilkey.com/#gallery



quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Quer ser um Voluntário da Leitura?
Saiba mais em : http://www.voluntariosdaleitura.org/



Missão/Apresentação do Projeto

Missão/Apresentação do Projeto
O projeto Voluntários de Leitura, criado em 2012 pelo CITI – Universidade Nova de Lisboa , destina-se a potenciar o desenvolvimento de uma rede nacional de voluntariado na área da promoção da leitura, através da criação de uma plataforma digital que estimule a adesão de voluntários e funcione como instrumento congregador de iniciativas de escolas, bibliotecas e outras organizações.

Propõe-se lançar novas iniciativas e a aprofundar os efeitos das que já existem, congregando em rede cidadãos e instituições e potenciando parcerias internacionais.

A investigação e muitas experiências realizadas em diferentes países têm vindo a comprovar que tanto a aprendizagem formal da leitura, como o aprofundamento das competências que a leitura envolve são largamente beneficiadas pelo apoio de voluntários que, lendo em voz alta ou acompanhando o esforço pessoal das crianças, dos jovens e até dos adultos promovam o gosto pelos livros e o prazer de ler.

O voluntariado de leitura deverá constituir um importante apoio à ação das escolas, bibliotecas e famílias, sobretudo aquelas que dispõem de menos condições para prestarem um acompanhamento individualizado na área da leitura.

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

              
 
      LEVA E TRAZ é um espaço teu e de todos, localizado no pavilhão e no bar da escola.
- Partilha e usufrui do espaço de leitura, participa enriquecendo-o com revistas e jornais que tenhas em casa.
 
 Direitos do leitor
O direito de não ler.
O direito de saltar páginas.
O direito de não acabar um livro.
O direito de reler.
O direito de ler não importa o quê.
O direito de amar os “heróis” dos romances.
O direito de ler não importa onde.
O direito de saltar de livro em livro.
O direito de ler em voz alta.
O direito de não falar do que se leu.
               
Daniel Pennac