segunda-feira, 28 de outubro de 2013

28 de outubro - Dia Internacional da Biblioteca Escolar



 
Relativamente ao concurso do Quebra-Cabeças, temos a anunciar que não há vencedores.
 
Encontra-se na biblioteca o resultado a estes problemas para os mais curiosos.
 
Posto isto, fica já lançado um novo desafio. 
         "Se a princesa guerreira Mistar tivesse de verificar quantos homens e quantos cavalos tem sob o seu comando, contando as pernas e as cabeças, ele contaria 45 cabeças e 120 pernas. Quantos cavalos estão sob o comando da Mistar"
 
Margaret C. Edmiston - Quebra-cabeças sobre Matemática


O que te leva a frequentar a Biblioteca?

"Porque a Biblioteca é um sítio ótimo para fazer trabalho, ler livros etc..." Mariana Santarém, 7ºA
"Porque é um sítio onde podemos estudar e melhorar os nossos rendimentos escolares" Diana Carneiro, 11ºA
"Para aumentar o nosso conhecimento literário, assim como a realização de trabalhos graças à riqueza de informação existente nesta biblioteca" Dora e João, 12ºA
"Porque é um sítio sossegado onde podemos trabalhar" Inês, 6ºA
"Gosto porque há boa receção e tenho acesso a livros que gosto e posso ler e requisitar" Maria Inácia, Lagarelhos (sexagenária, frequentadora da biblioteca).
"É um lugar tranquilo onde podemos estudar e socializar sem ser incomodados." 12ºA
"A biblioteca é um sítio misterioso e mágico. Quando abro um livro, abro um mistério" Matilde, 5ºB
"Porque serve para fazer trabalhos, estudar para os testes e ver um filme" Laura, Curso Profissional





quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Dia Mundial da Alimentação - 16 de outubro

A Biblioteca comemora este dia divulgando um pintor que utilizava alimentos para criar a sua obra.




Guiseppe Arcimboldo

 Nasceu em Milão, no ano de 1527. Iniciou a sua vida artística aos 22 anos, projetando os vitrais da catedral de Milão, juntamente com o seu pai. É considerado um dos mais célebres representantes do maneirismo (estilo que se caracterizava pela deliberada sofisticação intelectualista, pela valorização da originalidade e das interpretações individuais).

Arcimboldo viveu muito tempo em Praga, na corte do imperador Rodolfo II, onde estudou e criou algumas das suas obras mais conhecidas.

Em 1563, produziu a série “As Quatro Estações”. O toque de mestre do pintor foi utilizar, em cada tela, elementos que correspondessem ao tema retratado; assim, “A Primavera” é composta basicamente por flores, “O Verão”, por frutas próprias dessa estação, “O Outono”, por folhas e frutas dessa época do ano e “O Inverno”, por uma "árvore sem folhas". O mesmo acontece com o resto da sua obra.

As suas pinturas mostram composições de frutas, legumes, animais e objetos exóticos que, olhados com atenção, nos permitem vislumbrar figuras humanas.

Arcimboldo morreu em Milão, no ano de 1593, e o seu trabalho caiu no esquecimento por aproximadamente 300 anos, até ser redescoberto pelo Movimento Surrealista, entre os séculos XIX e XX.

 
  
 

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Durante o mês de OUTUBRO celebra-se o
 
MÊS INTERNACIONAL DA BIBLIOTECA ESCOLAR
 
Visita-nos e descobre
neste PEQUENO MUNDO


UMA PORTA PARA A VIDA