quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Concurso de Poesia

Apresentamos os dois poemas selecionados no "Concurso de Poesia". Parabéns ao Rúben Silva e à Solene Penso.


segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Tradições de Natal à volta do mundo

A Biblioteca publica os trabalhos elaborados pelos alunos do 9.ºA e B, no âmbito da disciplina de Inglês, sobre as tradições Natalícias de diferentes países, trabalhos esses orientados pela docente Rita Seabra.



domingo, 17 de dezembro de 2017

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

De 4 a 7 de dezembro, a biblioteca e as docentes Isabel Borges e Dulce Correia realizaram atividades de modo a assinalar o dia Internacional da Pessoa com Deficiência e de alguma forma dar continuidade aos trabalhos realizados no âmbito do dia Universal dos Direitos da Criança. Deixamos aqui algumas fotos desses momentos e os textos produzidos pelos alunos durante as sessões na BE.




segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Livro da Ajudaris

Já à venda na Biblioteca o novo livro da "Ajudaris". Os alunos do 3.ºA, da EB1, escreveram uma história intitulada: "A família, o bem mais precioso."


Novidades na Biblioteca

Já disponíveis na Biblioteca:










segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Livros do Mês de Dezembro


2 HISTÓRIAS DE NATAL

Alice Vieira


Neste livro, são apresentadas duas histórias de Natal. Uma primeira sobre uma criança cujos pais não querem acreditar que o Pai Natal existe. A segunda, um Pai Natal que acha que também tem direito a receber presentes.

Excertos:

«Quando o despertador tocou, a casa inteira parecia ainda adormecida. Lavínia sentou-se na cama e, de repente, lembrou-se que o Natal estava à porta.

"Meu Deus", exclamou, "tanta coisa para fazer e eu aqui deitada!" Não tardaria a ver a Mãe chegar a pedir-lhe o pequeno-almoço, ou o Pai a resmungar porque queria ter ficado mais tempo na cama. "Adultos...", pensou, "é preciso ter muita paciência com eles..."

A Mãe andava agora com aquela mania de que o Pai Natal não existia!...»

A primeira prenda do Pai Natal (excerto da obra)

«O Pai Natal acordou muito cedo. Olhou para o lado: a Mãe Natal ainda dormia. Levantou-se com muito cuidado (se ela acordava de repente ficava impossível de aturar) e, em bicos de pés, foi até à porta da rua. Abriu-a muito devagar e lançou os olhos, ainda vagamente piscos de sono, pela imensidão gelada à sua frente. Neve, neve e nada mais além de neve. Uma brancura que até fazia arder a vista.»



ALTO AÍ!

CONTOS DA FRONTEIRA TRASMONTANA

 Jorge Tuela


 Esta obra de Jorge Tuela apresenta, entre outras histórias, um conto de natal passado na fronteira transmontana. Uma história repleta de tradições e contrabando.

 Excerto:

“Nelo e Tina eram dois irmãos nascidos na casa de um pobre lavrador, na povoação fronteiriça de Sodeceiça. O rapaz tinha seis anos e a menina quatro. Nessa altura, por aquelas paragens, ainda não se conhecia o Pai Natal e as prendas, fracas e simples, quando as havia, quem as trazia era sempre o Menino Jesus que, depois da meia-noite, passava pelas casas dos meninos que se portassem bem. (…)”