terça-feira, 1 de maio de 2018

Filosofia

Ao longo do ano, os alunos das turmas do 10.º A e B apresentaram a esta comunidade educativa os seus trabalhos no âmbito da disciplina de Filosofia, sobre filósofos portugueses.
Este projeto teve como principal objetivo chamar à atenção para a existência de filósofos portugueses e para “o poder da palavra em português” porque a filosofia não se define a partir do seu objeto, mas da linguagem em que os problemas são produzidos enquanto proposta de representação e reflexão. O discurso da filosofia não é apenas de filósofos estrangeiros mas é também de espaço nacional. O discurso filosófico é, antes do mais, um discurso profundo, seja em que língua for. O que está aqui em causa não é a exigência de uma questionável fundamentação dos enunciados por parte do discurso filosófico, mas a exigência de que, neste, seja possível identificar as condições segundo as quais um enunciado é suscetível de ser refutado, pensado e refletido, que as pessoas conquistem consciência e uma atitude ativa perante a vida.

Publicamos de seguida os trabalhos realizados pelos alunos e da responsabilidade da docente de filosofia Nancy Loureiro.



Sem comentários:

Enviar um comentário